Sinterklaas: nossa experiência com o papai noel holandês

Esse é o Sinterklaas chegando em Amsterdam esse ano. (fonte imagem: hetparool.nl)

Esse é o Sinterklaas chegando em Amsterdam esse ano. (fonte imagem: hetparool.nl)

Há umas duas semanas atrás tive a primeira reunião na escola da Olivia. Quase 3 meses depois dela iniciar na escola primária aqui na Holanda, estava na hora da primeira avaliação e de uma conversa com as 2 professoras que ela tem.

Discutimos como estava sendo a adaptação, as atividades que ela mais gostava de fazer dentro da sala, sobre as palavras que ela já aprendeu em holandês. Mas o ápice da reunião não foram esses pontos, mas sim o dia 5 de dezembro, dia de Sinterklaas.

Aqui na Holanda, o dia de São Nicolau, que é dia 5 de dezembro, é uma data muito importante para as crianças. Porque? Porque ele é tipo um papai noel, mas não é o papai noel, se veste com roupas parecidas, é também um bom velhinho que traz presentes, chocolates e pepernoten (aquele biscoitinho típico da época de natal). E como crianças são interesseiras, elas ficam muito ansiosas para o dia chegar.

Por isso, as professoras estavam preocupadas se a Olivia sabia o que era o Sinterklaas e a toda a história por trás. O tema dos próximos dias e a decoração da sala, que as crianças ajudam a criar seria esse . Até uma  pequena excursão até a casa do Sint elas iriam fazer.

Me contaram que o Sinterklaas chega de barco na Holanda, vindo da Espanha, com seu ajudante, chamado Piet. Por volta do dia 5 de novembro, em cada cidade do país, acontece uma festa de boas vindas com desfiles e apresentações do Sint e sua trupe.

Durante o mês de novembro, até o grande dia que é 5 de dezembro, as crianças colocam seus sapatinhos na lareira, uma cenoura para o cavalo branco (meio de transporte do Sint em terras firmes) e cantam músicas para ele na esperança de deixar um presentinho, uma lembrancinha, doces ou também as famosas letras de chocolate. Alguns pais estabelecem em quais dias as crianças vão ganhar alguma coisa porque já pensou ter que dar um presentinho todo dia, durante um mês até chegar dia 5?

Para o dia 5 de dezembro, o dia tão esperado, as crianças escrevem uma carta pedindo um presente, vamos dizer, grande, mais significativo. Na classe da Olivia, estavam recortando brinquedos de encartes de lojas e colando nas cartas. Vai ter pai furioso com essa atividade! Enfim, o que a tradição pede é: colocar os brinquedos num saco, colocar o saco na porta de casa, bater na porta e sair correndo, porque, claro, foi o Sinterklaas que colocou lá!

Os holandeses celebram mais o dia de Sinterklaas do que o nosso Natal que acontece dia 24 de dezembro. Tanto que na escola da Olivia a aula do dia 6 vai acabar mais cedo para as crianças aproveitarem o dia para ficar em casa e brincar com os presentes.

Essa é uma tradição super valorizada na Holanda, os pais e a escola se envolvem e me pareceu ser o período mais esperado do ano para as crianças. Para mim, é uma oportunidade incrível experimentar tão de perto uma parte da cultura holandesa!