Olivia me disse

As viagens da Olivia | Áustria no inverno

ViagensOlivia me disse6 Comments

Sempre li muito sobre viajar com bebês e crianças, mesmo antes da Olivia nascer. Nós sempre viajamos, é uma de nossas prioridades, e com o nascimento de um bebê eu ficava sempre questionando se isso continuaria sendo possível. Sim, e além de possível também é fácil e divertido!

O plano seria viajar para o Brasil em dezembro de 2014, mas preferimos ir para o carnaval. Decidimos então passar uma semana, entre o Natal e o Réveillon, em um castelo na Áustria. O Hotel Schloss Matzen fica em Reith im Alpbachtal na região do Tirol. É perto da cidade de Innsbruck, a capital, conhecida por suas estações de esqui. Eu não queria ir por causa do frio e porque Olivia tinha só 3 meses. Mas a aventura de se hospedar em um castelo cheio de neve por todos os lados me convenceu.

A viagem foi feita de carro e durou quase três horas. A estrada é linda, e estava completamente coberta por neve. Levei cinco brinquedos que Olivia mais gostava e fui fazendo um pequeno rodízio durante a viagem. Paramos duas vezes para amamentar e trocar fralda. Os pontos de apoio da estrada eram ótimos, todos com um quarto para trocar o bebê bem equipados e limpos. Quando surgia um imprevisto e eu precisava trocá-la, parávamos o carro e eu trocava lá dentro mesmo. É bem tranquilo, não tem segredo!

 O hotel castelo

O hotel castelo

 O pátio principal do castelo

O pátio principal do castelo

O que eu precisava preparar para a Olivia? Roupas bem quentinhas! Com alimentação eu não me preocupei. Sempre amamentei em livre demanda. Isso ajuda muito as mamães viajantes. Mas também não é empecilho para as que não amamentam, uma vez que todos hotéis têm cozinha e dá para preparar a mamadeira ou a comida. Aqui na Alemanha dizem que não existe tempo ruim e sim roupa errada! Pesquisei sobre as roupas de frio. A melhor opção que encontrei foi um macacão térmico e impermeável da marca francesa Vertbaudet, para usar quando estivéssemos ao ar livre. Não precisa ser uma peça cara porque nessa fase os bebês crescem muito rápido e perdem facilmente as roupas. E resolvi vestí-la em camadas, como faço comigo mesma. Primeiro, um body de malha, desses que já tem pezinho. Depois um conjunto de lã com calça e casaco. Meias especiais para o inverno. E por cima disso tudo o macacão, que tinha luvas e sapatinhos acoplados. Tinha também capuz, mas eu reforçava com um gorro de lã. 

Outros dois itens que considero importantes para viajar no inverno com crianças ou bebês: cremes para proteção do frio e hidratação da pele. Usei o Wind & Wetter da marca alemã HIPP. O creme protege a pele do bebê contra o frio, o vento e a umidade. Também pode ser utilizado por adultos para os lábios secos e rachados. Comprei na DM, uma drogaria/mercado daqui e custou cerca de 3 euros. É livre de parabenos e conservantes. Para hidratar depois do banho, usei o Bepanthen Baby Moisturiser, que comprei em uma farmácia em Londres por cerca de 6 libras. Adoro esses cremes, uso até hoje e Olivia não teve alergia nem reações contra nenhum deles, mas sempre consulte seu pediatra.

 As roupinhas da Olivia e os cremes para o inverno

As roupinhas da Olivia e os cremes para o inverno

O carrinho também já foi pensado para essas ocasiões das viagens. É um Activ3 da Chicco, com rodas enormes de pneu. Andou na neve tranquilamente. Usei o protetor de chuva, que também protege do vento. Cobri com um cobertor quentinho e por cima da Olivia ainda tinha outro cobertor de tricô. Funcionou bem.  

O hotel era um castelo de verdade, difícil de manter o quarto quente. Olivia tinha que ficar com as roupinhas de frio mesmo dentro do quarto. Um conselho que dou é: ligue para o hotel algumas horas antes e peça que liguem o aquecedor na temperatura que você desejar. Assim, quando vocês chegarem, o quarto já vai estar quentinho!

Mas o que fazer em um lugar tão frio, 20 graus abaixo de zero, com um bebezinho? Nós aproveitamos o castelo e passeamos para conhecer a cidade e os lugares ao redor. Quase como fazíamos quando a Olivia ainda não tinha nascido. Agora, respeitando os horários de um bebê, que dormiu quase a viagem toda, mas se divertiu muito com chuva de neve e com todas as pessoas que paravam para ver e brincar com aquele pacotinho! É um tipo de viagem mais leve, sem preocupação excessiva se vai dar tempo de conhecer e explorar tudo. Foi uma experiência ótima e serviu para perceber como seria o ritmo dos passeios pelo mundo dali em diante.  

 No restaurante do hotel

No restaurante do hotel

 Nós duas passeando na cidade 

Nós duas passeando na cidade